• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 13 de junho de 2024

Maternidade Municipal é referência em acolhimento humanizado às futuras mamães e seus filhos

Na Semusa, os atendimentos vão desde o pré-natal até assistência materno-infantil


SMC

Publicada em: 10/05/2024 10:36:58 - Atualizado

Celebrado nacionalmente no segundo domingo de maio, o Dia das Mães é uma data oportuna para refletir sobre ações de promoção à saúde da mãe e do bebê. Nesta ocasião, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) reforça a importância do atendimento humanizado e seguro durante a gravidez, parto e pós-parto.

Em Porto Velho, a Maternidade Municipal Mãe Esperança (MMME) é referência na assistência ao pré-parto, parto e puerpério, diferentes serviços ofertados com foco na qualidade de vida da mãe e do recém-nascido. O local ainda é modelo no acolhimento às gestantes em qualquer fase da gestação, com atendimento de urgência durante 24 horas.

A unidade não faz consultas de rotina ou pré-natal, realizadas nas unidades de saúde, mas funciona de portas abertas como pronto-socorro para gestantes, e deve ser procurada em casos de intercorrências que venham acontecer na gestação, a exemplo de síndromes febris, picos hipertensivos, infecção, contrações, perda de líquido ou sangue.

Maria Alzenir, diretora da Maternidade Municipal Mãe Esperança, ressalta que a unidade atua em diversas áreas da gestação, impactando diretamente na qualidade de vida das mães e de seus filhos. “É uma responsabilidade muito grande com a saúde do bebê e também da mãe. O recém-nascido sai da maternidade com os três testes da triagem neonatal realizados: da orelhinha, teste do olhinho e do coraçãozinho. Testes esses que ajudam a diagnosticar eventuais problemas de saúde ligados à fala, audição, visão e ao coração. Além das primeiras vacinas como BCG e Hepatite B e realização de Registro de Nascimento. Tudo isso para garantir a qualidade de vida e prevenção de doenças”, explica a diretora.

Segundo dados da MMME, desde a sua inauguração, em 2006, a Maternidade Municipal realizou cerca de 50 mil partos, sendo em média de 2,5 mil concepções por ano. Rosângela das Chaves Leite foi uma das mulheres atendidas na maternidade. Mãe pela segunda vez, ela celebra o nascimento da filha com muita gratidão.

“Tive uma gravidez tranquila, mas o parto foi meio complicado e quase perco minha neném. Sou grata, primeiramente, a Deus e ao médico que salvou minha filha. Fui muito bem atendida por toda equipe da maternidade do início ao fim da minha gestação. Ser mãe para mim é um sonho realizado e ser mãe pela segunda vez foi uma benção”, relata Rosângela.

Já Ana Clara Fermino Serra, mamãe de primeira viagem, compartilha os sentimentos da maternidade e sua experiência com o atendimento na unidade.

“Eu não tenho do que reclamar, todos foram bem humanos. Eu estava morrendo de medo, mas eles cuidaram muito bem de mim e do meu bebê, foi uma experiência maravilhosa, fiquei muito feliz. A sensação de ser mãe está sendo incrível, eu olho para o meu filho e só consigo imaginar que eu faria tudo por ele, me sinto abençoada e realizada, no momento que eu vi ele tudo mudou, nunca imaginei que iria amar tanto a maternidade”, relata Ana.

Além da assistência obstétrica e neonatal, o acompanhamento materno-infantil também faz parte dos serviços ofertados pela Semusa para garantir a saúde da mãe e do bebê. Para isso, cada gestante possui uma cartilha com informações sobre o agendamento de consultas e exames, calendário vacinal e outros atendimentos voltados à gestação.

SELO DE EXCELÊNCIA

Outro destaque da MMME é reconhecimento pelo incentivo à amamentação sendo a única unidade de Rondônia com o selo da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC), conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno, instituído pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A ação é fruto do reconhecimento às boas práticas de promoção ao aleitamento materno desde as primeiras horas de vida do recém-nascido até os cuidados pós-parto.

A maternidade municipal também presta apoio às mulheres que optam por adiar uma gestação, através do planejamento familiar e reprodutivo. Um conjunto de ações preventivas e educativas que orientam homens e mulheres sobre concepção e contracepção. Entre os métodos disponíveis estão: o anticoncepcional injetável, a pílula anticoncepcional, o Dispositivo Intrauterino (DIU), além dos preservativos feminino e masculino.

Na rede municipal de saúde, os cuidados com as mamães vão desde a atenção básica, com o pré-natal, por exemplo, até os atendimentos especializados, incluindo acompanhamento especial para gestações complexas.

AMPARO

Na rede de atenção básica, é disponibilizado às gestantes o pré-natal completo, incluindo consultas médicas regulares, exames de ultrassom, monitoramento da saúde fetal e aconselhamento sobre nutrição e orientações de prevenção sobre o pré-natal, inclusive de alto risco.

Além do pré-natal, as futuras mamães contam com o grupo de gestante, realizado mensalmente pelas unidades de saúde do município. A programação inclui palestras educativas sobre a maternidade, serviços de saúde como aferição de pressão e teste de glicemia, além de dicas e momentos de interação entre as mães.

Cuidados especializados para gestações múltiplas e outras condições obstétricas complexas também são realizados pela Semusa, a fim reduzir os riscos tanto para a mãe quanto para o bebê.

UM CUIDADO A MAIS

Desde 2021, as mulheres que dão à luz na Maternidade Municipal Mãe Esperança recebem um apoio a mais da Prefeitura, por meio da Semusa: é o "Kit Aconchego", composto por 23 itens essenciais de enxoval e utensílios de higiene pessoal. Além de uma bolsa personalizada, inclui ainda fraldas, roupinhas com cores variadas, toalhas para mamãe e bebê, manta, algodão, álcool, pomada, sabonete líquido, entre outros produtos.

MELHORIAS

As obras na maternidade municipal seguem sendo executadas e incluem a construção da usina de oxigênio, tratamento de esgoto, drenagem, abrigo de resíduos hospitalares, reforma do centro cirúrgico, troca do telhado, construção de laboratório de análise clínica e auditório, ampliação de três enfermarias, construção de sala de emergência com posto de enfermagem para atendimentos e para acolhimento e classificação de risco às gestantes.




Fale conosco