• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 15 de junho de 2024

Porto Velho conta com frota de veículos novos para recolhimento do lixo na capital e nos distritos

Estrutura vai atender toda demanda de coleta domiciliar, seletiva e resíduos das unidades de saúde


SMC

Publicada em: 22/05/2024 11:18:01 - Atualizado

PORTO VELHO-RO: Porto Velho agora conta com uma grande estrutura disponibilizada pela EcoRondônia, a nova concessionária que já está gerenciando todo sistema de coleta, transporte e destinação correta dos resíduos sólidos na capital e nos distritos, por meio de Parceria Público-Privada com a Prefeitura.

Parte dessa estrutura é composta de uma frota de veículos novos para operacionalizar os serviços com eficiência, garantindo mais sustentabilidade e saúde para a população, com a execução de um serviço ambientalmente correto.

“Uma cidade não sobrevive a três ou quatro dias sem limpeza urbana. Por isso, optamos pela modalidade de técnica e preço, onde apenas participam empresas nacionais, que é o que acontece em todas as capitais do Brasil. Temos que ter uma empresa sólida para poder dar garantia de efetividade no serviço”, afirmou o prefeito Hildon Chaves.

No total, são 84 equipamentos que vão atender toda demanda de coleta domiciliar, coleta seletiva e também a de resíduos do sistema de saúde municipal, sendo que estes últimos têm uma destinação diferenciada dos demais e precisam ser incinerados de forma adequada.

Além dos caminhões apropriados para realizarem a coleta nas ruas, a concessionária conta com veículos de apoio, caçambas estacionárias, tratores e escavadeiras.

Para atender toda região do baixo Madeira, estão equipados com balsas, rebocadores e voadeiras.

“A nova frota de veículos, totalmente modernizada, já está em atividade, para assegurar que as ações sejam realizadas com a máxima eficiência e responsabilidade ambiental”, comentou Cleberson Pacheco, titular da Secretaria Municipal de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb).

SUSTENTABILIDADE

O foco principal da gestão municipal, em se tratando da coleta de resíduos sólidos através dessa Parceria Público-Privada (PPP), são as melhorias nas atividades essenciais ao saneamento e à sustentabilidade na capital e nos distritos. Com isso, também atende os requisitos da Lei nº 12.305/2010, que é a lei de resíduos sólidos vigente no Brasil.

ESTIMATIVA

Toda essa estrutura é necessária por conta da estimativa da coleta de 11 mil toneladas por mês de resíduos na capital Porto Velho e distritos. Pelo contrato, a empresa também vai entregar EcoPontos e Centros de Educação Ambiental.

A PPP ainda inclui um programa de educação ambiental para ensinar a importância da reciclagem e o recolhimento de cerca de nove toneladas de lixo hospitalar provenientes de 50 unidades de saúde municipais. Nesses 20 anos, a concessionária vai movimentar cerca de R$ 2 bilhões para operacionalizar o sistema.


Fale conosco