RONDONOTICIAS segunda-feira, 10 de maio de 2021 - Criado em 11/10/2001

Conheça a história de Tiradentes um dos líderes da Inconfidência Mineira

O estopim da revolta foi a ameaça de “derrama”, destinada a cobrar a tributação, que na época era de 20%.


Publicada em: 21/04/2021 11:41:20 - Atualizado

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, era um militar no posto de Alferes e também dentista, razão do seu apelido. Ele foi um dos líderes da Inconfidência Mineira.

A Inconfidência Mineira foi uma revolta, em 1789, de caráter republicano e separatista, organizada pela elite socioeconômica de Minas Gerais contra o domínio colonial português, movida pela cobrança extorsiva de tributos. Ela foi baseada nos ideais do Iluminismo e teve influência da Revolução Americana, que resultou na independência dos Estados Unidos.

Na Inconfidência Mineira foram feitas diversas prisões e julgamentos. No entanto, apenas Tiradentes foi condenado a morte. Todos os líderes do movimento tiveram as penas amenizadas, menos Tiradentes, o único que não fazia parte da elite, foi tratado de forma diferente.

Na manhã de 21 de abril de 1792, Tiradentes foi enforcado em praça pública, no Rio de Janeiro. Seu corpo foi esquartejado e pregado em postes pelas ruas de Minas Gerais.

A conjuração foi descoberta pois houve um traidor entre eles.

O estopim da revolta foi a ameaça de “derrama”, destinada a cobrar a tributação, que na época era de 20%.

Nossa carga tributária atual é de 32,3%.

Tamanha a carga tributária do Brasil, uma das maiores do mundo, que, entra ano sai ano e o brasileiro precisa trabalhar, ao menos, cinco meses, para pagar tributos federais, estaduais e municipais.

Em 2020, foram necessários 151 dias para honrar os encargos do País, dois a menos que em 2019.
Leia mais: Impostos em 2020 somam cinco meses de trabalho.

Esta é uma data para nos chamar à reflexão sobre vários pontos.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br