• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, segunda-feira 8 de agosto de 2022

Suspeita de executar mulher na prainha do mutirão com 5 facadas se apresenta na UNISP

A Suspeita, identificada como sendo Jane Gomes da Silva, 52 anos, se apresentou voluntariamente


ariquemes190

Publicada em: 06/08/2022 12:25:20 - Atualizado


ARIQUEMES-RO: Se apresentou na Unidade de Segurança Pública (UNISP), na manhã da sexta-feira, 05/08, acompanha de seu Advogado, Dr. Hiago Trindade, a segunda suspeita de ter executado a facadas a vítima Rosana de Oliveira César, 35 anos, na tarde do último domingo, 31/07. A Suspeita, identificada como sendo Jane Gomes da Silva, 52 anos, se apresentou voluntariamente e está à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos necessários sobre os fatos. Na quinta-feira, 04/08, já havia se apresentado a primeira suspeita, identificada como sendo Nayara Narrani Gomes de Jesus, 27 anos, que é filha da segunda suspeita. Mãe e filha estão com Prisão Temporária decretada e agora estão à disposição do Delegado de Polícia Civil, Dr. Ícaro Alex, titular da Delegacia de Homicídios de Ariquemes, que investiga o caso. Na ocasião, Rosana estava se banhando nas águas do Rio Jamari, juntamente com a família, quando foi atacada pela infratora, sendo socorrida por populares à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito quando deu entrada na unidade de saúde.

Se apresentou na Unidade de Segurança Pública (UNISP), na manhã desta quinta-feira, 04/08, acompanha de seu Advogado, Dr. Hiago Trindade, a principal suspeita de ter executado a facadas a vítima Rosana de Oliveira César, 35 anos, na tarde do último domingo, 31/07. Na ocasião, Rosana estava se banhando nas águas do Rio Jamari, juntamente com a família, quando foi atacada pela infratora, sendo socorrida por populares à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito quando deu entrada na unidade de saúde. A Suspeita, identificada como sendo Nayara Narrani Gomes de Jesus, 27 anos, se apresentou voluntariamente e está à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos necessários sobre os fatos. O Delegado de Polícia Civil, Dr. Ícaro Alex, titular da Delegacia de Homicídios de Ariquemes, já ouviu a suspeita e não descarta a possibilidade de ouvir uma segunda pessoa envolvida nos fatos ocorridos para que possa se chegar à resolução do caso. As investigações seguem ao encargo da Polícia Civil de Ariquemes.