• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sábado 24 de fevereiro de 2024

Na COP, Haddad defende mecanismo global proposto pelo Brasil para proteger florestas

Governo brasileiro propõe mecanismo que remunere os países por hectare de floresta em pé


CNN

Publicada em: 01/12/2023 10:47:09 - Atualizado

BRASIL: O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, afirmou na COP 28 em Dubai, que o mecanismo global para proteger florestas proposto pelo Brasil é economicamente viável. Ele participou do lançamento da ferramenta nesta sexta-feira (1º).

“Isso é fruto de um engenho coletivo. Pessoas se debruçaram e resolveram apresentar para o mundo, na COP, uma sugestão. Vai depender do esforço de muita gente, mas algo que para em pé, algo que faz sentido do ponto de vista econômico e do ponto de vista socioambiental”, disse.

Haddad voltou afirmar que vê as agendas económica, social e ambiental como conciliáveis. Ele destacou a crise climática e disse que a ferramenta proposta pelo Brasil é uma resposta “vigorosa” à questão.

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, propõe mecanismo que remunere os países por hectare de floresta em pé. Houve queda de 22% no desmatamento da Amazônia no período de agosto de 2022 a julho de 2023.

Na sequência da apresentação da ferramenta, o governo brasileiro vai divulgar seu Plano de Transformação Ecológica — que a gestão vê como um dos carros-chefes do Lula 3.

O foco da COP 28 é traduzir os compromissos climáticos em ações e progresso tangíveis. Em 2025, o Brasil vai sediar a COP 30, em Belém.






Fale conosco