• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 28/01/2024 11:23:27 - Atualizado


1878 – O navio Metrópolis sai de Filadélfia (EUA) rumo a Santo Antonio, mas afunda na costa dos EUA, com perda total de carga e poucos sobreviventes.
1950 - A Polícia já trouxe de volta a suas famílias 4 jovens que fugiram pelo Rio Madeira numa canoa. As famílias pediram que eles ficassem 24 horas presos na delegacia.
1976 – O colunista Josias de Macedo elogia o trabalho de dona Gilsa, esposa do governador Humberto Guedes. “Ela dá expediente no Hospital São José, parece mais uma funcionária”.
OBS: Uma das obras de Dona Gilsa, foi organizar o Bairro Pedacinho de Chão.
1990 – Vice-prefeito, o deputado estadual Amizael Silva é o prefeito por 30 dias e anunciou: “Contatos com o governador Jerônimo Santana, só os formais”.
1989 – Muitas armas e drogas apreendidas pelos Policiais do 1º BPM nos garimpos do Rio Madeira.

HOJE É
Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase (data móvel). Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo
Católicos celebram IV Domingo do Tempo Comum, São Tomaz de Aquino,

BRASIL
1808 – D. João VI (1767/1826) decreta a abertura dos portos brasileiros às nações amigas. 1949 - Morte do sambista Paulo Benjamin de Oliveira, o Paulo da Portela, que inspirou a criação do personagem Zé Carioca.

MUNDO
1887 — Colocada a 1ª pedra da Torre Eiffel (Paris), projetada por Gustave Eiffel. 1986 — O ônibus espacial Challenger explode após a decolagem, matando seus 7 tripulantes.

FOTO DO DIA

No dia 31 de janeiro de 1879 jornais norte-americanos noticiaram a tragédia rumo à construção da ferrovia Madeira-Mamoré: o navio Metrópólis, com 250 trabalhadores e milhares de toneladas de equipamentos para a obra, bateu em pedras na costa daquele país e afundou.

A obra, considerada de grande interesse para os Estados Unidos, também deveria usar o que o país tivesse de pessoal qualificado, também os equipamentos mais modernos que estivessem dispon[iveis.
Dos passageiros teriam escapado só 50. O navio, antes usado na Guerra Civil americana, tinha deslocamento a vela e motor, e capacidade de 407 toneladas de deslocamento. (*)

Uma publicação noticiou que, apesar do comandante do barco ter usado todas as forças dos motores, ondas imensas jogaram o barco rumo às pedras.
(*) Conforme https://manausnautica.com.br/c...
(F. Navio Metrópolis)



Fale conosco