• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 05/02/2024 11:08:57 - Atualizado

1942 – Em avião da Panair do Brasil virá a Porto Velho uma equipe da empresa, para verificar as condições de operações na região.

1954 – Contratado pelo seringalista Octávio Reis, o médico Herculano Teixeira chega a Fortaleza do Abunã e se instala no posto de saúde da vila, fazendo atendimentos “dia e noite”.

1960 – Em rede nacional de TV, o presidente JK anuncia que em 10 meses estará aberta a rodovia BR-29, o “Outro braço da Cruz”, como dizia o governador Paulo Leal.

1976 – Além do deputado Jerônimo Santana (MDB) o partido de apoio ao governo, a Arena, quer a saída do governador Humberto Guedes e a substituição por um nome “da terra”.

OBS: Guedes ficaria no governo até abril de 1979.

1990 – A fila de pagamento dos aposentados, é também o de reencontro dos primeiros membros da Guarda Territorial, conforme o historiador Esron Menezes, que em 1944 os selecionou.

HOJE É

Dia Nacional da Mamografia. Dia Nacional do Datiloscopista. Dia Nacional do Dermatologista.

Católicos celebram Santa Águeda, Santa Adelaide, Beata Isabel Canóri Mora,

BRASIL

1927 – Morreu o poeta Joaquim Osório Duque Estrada (n. 1870), autor da letra do Hino Nacional. 1599 — Holandeses são repelidos pela 1ª vez, no Rio de Janeiro.

MUNDO

1936 – Lançado “Tempos Modernos”, filme de Charlie Chaplin, a luta do homem contra máquinas e a exploração humana. 1597 — Acusados de “ameaçar” a sociedade, cristãos japoneses são massacrados naquele país. 1924 — Observatório Real de Greenwich começa a transmitir os sinais de hora conhecidos como Greenwich Time Signal.

FOTO DO DIA

POR QUE A ARENA CONTRA GUEDES?

Em 2005 o governador Humberto Guedes, em sua residência (*) em Brasília, falou sobre dificuldades que teve quando foi designado, há 30 anos, para governar Rondônia, e que ao tomar posse recebeu só uma ordem.

Deveria exonerar o prefeito de Porto Velho Odacir Soares. Oficial graduado do Exército, Guedes costumava não discutir ordens. Odacir, advogado, jornalista, há anos morando na cidade, era prefeito já por duas vezes e dirigente regional da Arena.

“Assumi e o primeiro visitante foi o prefeito Odacir. Eu o informei que estava exonerado”.

Isso pode explicar os problemas de Guedes na relação com os políticos locais: o MDB só criticava. Na Arena o problema era o “fator Odacir”.

Durante seu governo (1975/79) houve duas eleições. Para vereador em 1976, o MDB fez maioria em Porto Velho e em 1978 Guedes foi responsável pela eleição de Isaac Newton para deputado federal. Eram duas vagas. Jerônimo Santana (MDB) ficou com a primeira e Isaac (Arena) a segunda.

Odacir teve de se contentar com uma suplência.

(*) Participei da conversa com os jornalistas Montezuma Cruz e Zé Carlos Sá

F. Odacir também foi acusado de agir a favor da exoneração do governador Jorge Teixeira, responsável pela sua eleição e da maioria do PDS em 1982


Fale conosco