• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 20 de junho de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 20/03/2024 11:47:58 - Atualizado

1940- Voando à baixa altitude, um avião da Condor, na rota Porto Velho/Forte Príncipe (RO) foi atacado a flechadas ao passar sobre uma tribo indígena, próximo ao Forte.

1956 – Mesmo sem mandato, o ex-deputado federal Aluízio Ferreira pediu ao presidente JK a substituição do governador José Ribamar de Miranda, mantido por intervenção do deputado Joaquim Vicente Rondon.

1976 – Primeira, e então única mulher eleita em Rondônia – vereadora em Guajará Mirim, a professora Aliete Morhy ainda não definiu se irá à reeleição. OBS: disputou e foi reeleita.

1981 – Porto Velho corre o risco de desabastecimento, devido a imensos atoleiros onde dezenas de caminhões estão “presos”, na BR-364, entre Cacoal e Ji-Paraná.

1983 – 1) A Polícia investiga uma quadrilha que, no Detran, “esquenta” documentos de carros. 2 – Uma rede de venda de drogas a estudantes foi descoberta no colégio Petrônio Barcelos - zona leste de Porto Velho.

20 – 1987 – O Governo não vai mais construir o CPA. O dinheiro irá para saúde, educação e outros serviços prioritários segundo o governador Jerônimo Santana.

HOJE É

Dia Mundial da Agricultura. Dia Internacional da Felicidade (ONU). Dia Mundial da Saúde Bucal. Dia Mundial do Teatro. Dia Nacional da Aquicultura.

Católicos celebram São João Nepomuceno, São João Abade, Santo Ambrósio de Sena,

BRASIL

2006 — Inauguração do Museu da Língua Portuguesa (SP) 1897 — Morre o Almirante Tamandaré (n. 1807), patrono da Marinha brasileira. 1926 —Nasce José Vasconcellos (m. 2011), “pai” do humorismo brasileiro. 2014 — Morre Hilderaldo Bellini (n. 1930), bicampeão mundial de futebol – 1958/62).

MUNDO

1570 — Promulgada a Lei sobre a Liberdade dos Gentios, definindo como a Coroa portuguesa tratará da escravidão de índios.. 1915 — Albert Einstein publica sua teoria da relatividade geral.

FOTO DO DIA

O RISCO DE FALTAR COMIDA (I)

Até que a BR-364 fosse asfaltada, um problema muito sério no tempo do Território, e até nos anos iniciais do Estado, era o temor do desabastecimento, em razão de muito do que se consumia, era trazido do centro-sul brasileiro, e com as obstruções na rodovia, em razão das chuvas e dos atoleiros, ampliavam muito o risco.

No inverno, com chuvas todos os dias, nem a solidariedade de caminhoneiros ou ajuda de fazendeiros, prefeituras e do BEC resolviam os problemas nos atoleiros (FOTO), especialmente entre Cacoal e Ji-Paraná, onde um trecho difícil era no Muqui, ou nas proximidade de Vilhena, ou na região matogrossense (como no chamado “Barracão Queimado”), eram comuns os atoleiros.

Na época foram citados casos de pessoas que jogavam mais água nos atoleiros, para obrigar veículos ficarem presos e o bolicho ou a borracharia faturassem um pouco mais.

Quem viveu isso na “espinha dorsal” da rodovia, nunca esqueceu, e eu até hoje, depois fazer não sei quantas viagens no trecho, creio que só Deus permitia que milhares de famílias de colonos chegassem pela BR, em suas buscas pelo eldorado.


Fale conosco