RONDONOTICIAS terça-feira, 11 de maio de 2021 - Criado em 11/10/2001

Polícia indicia Dr. Jairinho e Monique por tortura e homicídio qualificado

Delegado pediu prisão preventiva do casal, que responderá por homicídio qualificado tortura e recursos que impossibilitaram a defesa da vítima.


G1

Publicada em: 03/05/2021 15:46:41 - Atualizado

BRASIL: A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu o inquérito que apura a morte do menino Henry. A mãe do garoto, Monique Medeiros e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho, foram indiciados por homicídio duplamente qualificado - tortura e recursos que impossibilitaram a defesa da vítima.

Dr Jairinho responderá por dois crimes de torturas - uma ocorrida em fevereiro e outra em março quando o garoto morreu - e Monique em uma, a de fevereiro, quando segundo as investigações soube que o menino estava sendo torturado enquanto estava em um salão de beleza.

O inquérito foi enviado para o Ministério Público, que agora decide se denuncia o casal pelos mesmos crimes ou não.

Neste domingo, o Fantástico teve acesso com exclusividade a uma nova carta da mãe do menino Henry, Monique Medeiros, escrita na cadeia.

Assim como o primeiro relato, esta segunda mensagem traz uma versão diferente do depoimento que Monique prestou à polícia. Ela conta o que teria acontecido nos dias que se seguiram à morte de Henry e acusa o seu primeiro advogado de ter montado uma farsa.


MATÉRIAS - DENÚNCIAS - VÍDEOS - FOTOS

Fale com a redação do Rondonotícias redacao@rondonoticias.com.br