• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, domingo 25 de fevereiro de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 04/10/2023 09:15:22 - Atualizado

1917 – A jovem Maria de Lourdes (Liquinha), com 1332 votos, foi eleita “A mais bela senhorita de Porto Velho”, promoção do jornal “Alto Madeira”. As princesas foram Odália Lima e Alice Borges.

1946 – O Centro Guaporeense de Letras, que reúne intelectuais deste Território realiza amanhã, 5, homenagem à República Portuguesa, com sarau literário no Clube Internacional.

1973 – Criado, pelo Incra, o Projeto Integrado de Colonização Paulo Assis Ribeiro, com sede em Colorado.

1983 – Deputados federais críticos ao governador Jorge Teixeira, não aceitam reunião com ele alegando compromisso com visita de autoridades militares a Rondônia – o que não aconteceu. (AM)

1990 – Só 18 dos 24 deputados estaduais eleitos em 1986 disputam a reeleição. Um deles, o presidente da Assembleia Legislativa Osvaldo Piana, é candidato a governador.

COMEMORE

Dia do Agente Comunitário de Saúde, Dia da Natureza, Dia dos Animais, Dia Universal da Anistia. Dia do Barman,

Católicos celebram São Francisco de Assis.

BRASIL

1942 – O Cruzeiro é instituído por Getúlio Vargas como a moeda oficial do Brasil. 1891 – Assis Chateaubriand, jornalista e político brasileiro (m. 1968). 2019 – O presidente Jair Bolsonaro assina a lei instituindo essa data como Dia do Rodeio.

MUNDO

1535 — A Bíblia Coverdale é impressa, com traduções para o inglês. 1957 — A URSS lança o satélite Sputnik 1, o primeiro a orbitar a Terra.

FOTO DO DIA

A PONTE GUAPINDAIA

Em 1937 o prefeito de Porto Velho, José Ferreira Sobrinho, licenciou-se por seis meses e assumiu o funcionário municipal Francisco Guedes de Lyra Fonseca, que fez uma “revolução na administração pública”.

Por exemplo, quando marchantes aumentaram o preço do quilo da carne para 2 mil e 500 réis, Lyra mandou vir gado de Manaus, com o preço de venda a 2 mil réis o quilo. Outro trabalho foi a limpeza de ruas e arborização da cidade, com apoio do comandante da 3ª Cia. de Fronteira, o tenente Messias.

Sua obra mais importante foi a construção da Ponte “Guapindaia” (primeiro prefeito do município, o major Fernando Guapindaia), ligando o centro da cidade com o Bairro Mocambo, ponte toda em madeira, com 42 m de comprimento, 5 de altura e 4 de largura, inaugurada a 6 de setembro de 1937.

A obra, construída sobre um igarapé na Rua Prudente de Moraes, entre Riachuelo e Almirante Barroso foi feita com recursos municipais, incluindo as duas rampas laterais no total de Rs. 9 contos.

(Extraído de “Achegas para a História de Porto Velho”, Antônio Cantanhede – F. A ponte Guapindaia em construção. Acervo Rondônia minha querida Rondônia)


Fale conosco