• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 23 de fevereiro de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 29/11/2023 10:12:26 - Atualizado

1942 – Para de circular o jornal “Alto Madeira”, único em Porto Velho, em razão da proprietária da impressora do diário não renovar o contrato de uso do equipamento.
1954 – Vários brindes, ofertas da ótica “Cabeça Branca”, serão sorteados hoje numa sessão no Cine Resky, com a renda para a “Semana de Combate à Lepra”.
1967 – Alegando ter sido agredido após o fim do jogo no “Aluizão”, pelo jogador Xavier, do Ypiranga, o jogador Bacu (Flamengo), registrou um BO na Central de Polícia.
1981 – Sem definição da criação do Estado, PDS e PMDB já analisam candidaturas. Para o secretário de Fazenda Zizomar Procópio isso vai atrasar o projeto orçamentária de RO para 1982.
1990 – Três fatos: 1) Assinado por empresas e o Sinjor o novo piso salarial dos jornalistas; 2 – Inaugurada a nova sede da OAB/RO; 3) O governador eleito Osvaldo Piana inicia, pelo TJ, visitas a órgãos públicos.

COMEMORE
Dia Nacional da Onça-Pintada. Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino.
Católicos celebram São Benedito, Santo Saturnino, São Francisco Antônio Fasani, São Filomeno

BRASIL
1832 — Promulgado o Código de Processo Criminal do Império do Brasil. 1985 – Brasil e Argentina assinam o Tratado de Integração, Cooperação e Desenvolvimento. 1991 — Entra em vigor o Tratado de Assunção, popularmente chamado de Mercosul.

MUNDO
1947 – Presidida pelo brasileiro Oswaldo Aranha, a ONU aprova a partilha da Palestina em dois Estados – um judeu e outro árabe, rejeitada pela Liga Árabe. 1896 — Scipione Riva-Rocci (ITA, 1963/197), apresenta o esfigmomanômetro, um aparelho para medir a pressão arterial.

FOTO DO DIA
Em 15 de março de 1988 o governador Jerônimo Santana (PMDB) inaugurou obras para comemorar o 1º ano de sua administração, acuado pela briga entre secretários importados, de acusações de membros de seu partido e de falta de ações de governança, bem ao seu estilo, ignorando também trabalhos importantes de seus antecessores.

Um deles, o professor Angelo Angelin, impedido de falar na inauguração do Hospital de Doenças Tropicais (Cemetron) pelo próprio Santana que, nas campanhas para prefeito em 1985 e para governador em 1986, foi o “padrinho” de seu então correligionário.

Sem poder usar da palavra, Angelin deu entrevistas, lembrando que o Cemetron foi projeto que ele encontrou e aperfeiçoou, inclusive conseguindo os recursos para isso.
Criticado, pela imprensa por ter nomeado o empresário Aires do Amaral para cargo que a Lei dizia ser “exclusiva” de jornalista e pelo senador Olavo Pires, senador, arrependido de tê-lo apoiado, Santana cada dia tinha mais problemas para governar.

(F. Cemetron – 1988, acervo Luís Claro)



Fale conosco