• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, sexta-feira 14 de junho de 2024

O Dia na História - Compilação do Jornalista Lúcio Albuquerque


Lúcio Albuquerque

Publicada em: 21/05/2024 11:30:02 - Atualizado

1942 – Organizadores de nova investida em busca das lendárias minas de Urucumacuan, estão contratando mateiros e outros trabalhadores Porto Velho.

1942 – Como parte dos festejos do mês Mariano, no dia 24 pela primeira vez em Porto Velho será celebrada uma missa cantada, na catedral do Sagrado Coração de Jesus, pelo padre Eduardo Ligório.

1950 – Criado em Porto Velho o Grêmio Literário “Humberto de Campos”, para incentivar a leitura e discussão sobre os autores nacionais.

1981 – O professor Edson Jorge Badra, a professora Yêda Borzacov e o médico Jacob Atallah, apresentam até 6ª feira o relatório final sobre os símbolos do Estado.

1981 – Inaugurada em Vilhena a Rádio Vilhena.

1991 – O governador Osvaldo Piana assina a Lei 310/91, criando os Juizados de Pequenas Causas nos municípios de Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Cacoal, Ariquemes e Vilhena. (AM – ed 20.876 – Pág 1)

21 –2006 – Morre Manoel Rodrigues Ferreira, autor de “A Ferrovia do Diabo”, a principal obra sobre a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré – EFMM.

HOJE É

Dia da língua nacional. Dia Nacional do Afilhado. Dia Mundial de Proteção ao aleitamento materno. Dia Mundial do Chá. Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento.

Católicos celebram São Cristóvão de Magalhães, São Teobaldo de Viena, São Carlos Eugênio de Mazenod, Beatos Manoel e Adílio (Mártires de Nonoai),

BRASIL

2018 — Início da Greve dos caminhoneiros, resultando no desabastecimento de alimentos, medicamentos e combustíveis pelo Brasil. 1977 – Morre o político e jornalista Carlos Lacerda, crítico contumaz dos presidentes Get[ulio Vargas e Juscelino Kubistchek.

MUNDO

1904 – Representantes de 7 países (Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Suécia e Suíça) fundam a Fifa. 1927 — Charles Lindbergh pousa no campo de Le Bourget, em Paris, completando o primeiro voo solo sem escalas do mundo através do Oceano Atlântico.

FOTO DO DIA

MANOEL R. FERREIRA E A BR-364 (I)

Ele foi engenheiro, escritor e jornalista apaixonado pelos sertões do Brasil e cujas reportagens no jornal “A Gazeta” (SP) foram decisivas para o presidente JK mandar fazer a última grande obra de seu governo “50 anos em 5” a rodovia BR-364.

Autor do livro “Ferrovia do Diabo”, Manoel Rodrigues Ferreira (1915/2006) tem outras obras, e sua atenção para a Amazônia surge em 1942, quando um padre pediu doação de um motor para seu barco, usado em visitas no interior do Acre.

Manoel Rodrigues Ferreira sempre se interessou por História e em conhecer o interior brasileiro. Em 1959, quando o “Ferrovia do Diabo” já estava na editora, veio a Rondônia a convite do governador Paulo Leal.

Com Paulo Leal visitou o trecho da estrada que se pretendia chegasse até Cuiabá,

iniciada em 1937 pelo ex-governador Aluízio Ferreira, obra parada próximo a Ariquemes, desde 1946.

As reportagens, publicadas em “A Gazeta” a partir de 8.1.1960, sobre o Território e num encontro com o presidente JK (FOTO), falou-lhe sobre a necessidade da obra, e no dia 5 de fevereiro JK manda iniciar a construção.




Fale conosco