• Fundado em 11/10/2001

    porto velho, quinta-feira 22 de fevereiro de 2024

Polícia apreendeu 1,8 mil armas em megaoperação contra suspeitos de facções brasileiras

Principais alvos foram mansão e sede de Diego Dirisio, apontado por investigadores como comandante do grupo.


G1

Publicada em: 06/12/2023 15:38:56 - Atualizado

MUNDO: A polícia apreendeu, no Paraguai, 1,8 mil armas na megaoperação contra o grupo comandado pelo maior traficante de armas da América do Sul, Diego Dirisio, deflagrada na terça-feira (5). Ele e a mulher, Julieta Nardi, seguem foragidos e os nomes foram incluídos na difusão vermelha da Interpol.

O inventário desse material, assim como de dinheiro e bens, terminou na manhã desta quarta-feira (6).

Os alvos incluíram também imóveis residenciais, empresas, pessoas físicas e jurídicas, militares e agentes públicos acusados de envolvimento com o esquema bilionário do tráfico de armas que abastecia facções criminosas aqui no Brasil.

No Paraguai, foram apreendidos:

611 armas de grosso calibre como fuzis, metralhadoras e rifles (valor estimado: R$ 20 milhões)

1.212 pistolas calibre 9 milímetros (R$ 6 milhões)

US$ 87,1 mil em espécie e US$ 96 mil em cheques

US$ 250 mil dólares em relógios e US$ 50 mil dólares em canetas de luxo

O número de de armas apreendidas deve ser ainda maior porque, segundo os investigadores, existe um outro depósito da empresa de Diego Dirisio, que ainda não teria sido aberto.


Fale conosco